Chapecoense e Paraná ficam no empate e permanecem na zona de rebaixamento.

    Na Arena Condá, a Chapecoense empatou com o Paraná em jogo válido pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Na esperança de sair da zona de rebaixamento, as equipes mostraram muito empenho, mas pouca técnica para criar as oportunidades de gol. O jogo truncado e o empate acabaram desagradando a torcida catarinense que vaiou o time da casa. Menos mal para o Paraná que mostrou evolução em relação aos jogos anteriores, principalmente no primeiro tempo e assim conseguiu seu primeiro gol e o primeiro ponto no torneio.
Fonte: Globo Esporte
    O jogo começou e o Paraná, bem organizado pelo técnico Rogério Micale, adiantou sua marcação dificultando a saída de bola da Chapecoense. Acossados, os zagueiros da Chape, na maioria das vezes, apelavam para o recuo ao goleiro Jandrei que era obrigado a quebrar a bola e afastar o perigo. Desta forma, o Paraná conseguiu ter a posse da bola e criar as primeiras chances da partida. Os vistantes levavam perigo principalmente pela esquerda com Silvinho - de branco na foto acima. Na chance mais clara, Jhonny Lucas cabeceou à queima-roupa e Jandrei salvou a Chape de levar o primeiro gol. Apenas no fim da primeira etapa que a Chapecoense conseguiu equilibrar as ações e ainda quase abriu o placar aos 41 minutos, quando Wellington Paulista, que pegou uma bola de primeira na entrada de área e mandou por cima do gol.
    O equilíbrio entre os times permaneceu no segundo tempo. Logo no primeiro minuto, Elicarlos chutou forte e obrigou David a fazer uma grande defesa. Como ambas as equipes precisavam da vitória, a intensidade foi aumentando e o jogo ficando mais perigoso para os dois lados. Aos 17 minutos, Arthur abriu o placar com uma cobrança de falta indefensável para o goleiro David. A torcida teve pouco tempo para comemorar a vantagem, pois o Paraná logo reagiu. Aos 21, Léo Itaperuna fez a assistência para Carlos empatar a partida. A partida seguiu equilibrada até que aos 35 minutos o paranista Mansur, se envolveu em confusão com Wellignton Paulista. Durante o arranca-rabo o lateral deu um coice no atacante do Verdão e foi expulso. Com um a menos a equipe do Paraná se fechou na defesa enquanto a Chape tentou sem sucesso buscar o gol da vitória por meio da bola aérea.
    No final empate em 1 a 1, para alegria da equipe Paranaense que conquistou seu primeiro ponto na tabela. Mesmo assim o Paraná segue na lanterna do Brasileirão. Pior para a Chape que permanece na 17ª posição com três pontos e além de novamente não conseguir vencer em casa ainda viu a sua torcida perder de vez a paciência com o elenco. As vaias inclusive irritaram o elenco do Verdão.
    Na próxima rodada a Chapecoense recebe no domingo as 16 horas o líder Flamengo. Já o Paraná vai até a Vila Belmiro para enfrentar o Santos, também no domingo, às 19 horas, em busca da sua primeira vitória.

Ficha Técnica
Chapecoense 1 x 1 Paraná

Data: 7 de maio de 2018 as 20h00min
Local: Arena Condá, Chapecó-SC
Público total: 7.838 pessoas
Renda: R$ 155.770,00
Árbitro: Raphael Claus Assistentes: Alessandro Rocha de Matos e Danilo Simon Manis 
Cartões Amarelos: Wellington Paulista (Chapecoense); e Silvinho (Paraná) Cartão Vermelho: Mansur (Paraná)
Gols: Arthur aos 17', e Carlos aos 21 minutos do segundo tempo.

Chapecoense: Jandrei;Apodi, Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Amaral, Elicarlos, Márcio Araújo (Canteros), Júnior Santos (Leandro Pereira) e Arthur (Guilherme); Wellington Paulista. Treinador: Gilson Kleina.
Paraná: David; Alemão, Jesiel, Cleber Reis e Mansur; Jorge González (Leandro Vilela), Jhonny Lucas, Léo Itaperuna, Caio Henrique (Zezinho) e Silvinho (Vitor Feijão); Carlos. Treinador: Rogério Micale.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Peru e Dinamarca estreiam em clima de decisão.

Que venha a Chape.

Vai começar a grande festa do futebol mundial!

Foca no "Foquita".

Valeu pelos três pontos.