Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2018

Foca no "Foquita".

Imagem
O atacante Jefferson Agustín Farfán Guadalupe (Lima, 26 de outubro de 1984) é a principal esperança de gols da Seleção Peruana. Apesar de longe do seu auge como atleta, Farfán deverá assumir a liderança em campo, uma vez que Guerrero foi suspenso e Cueva vive um péssimo momento no seu clube. Mais do que resgatar o espírito de luta e ter um bom sistema defensivo, Los Inkas precisarão dos gols e assistências de Farfán para sonhar com um bom papel neste mundial. "La Foquita," como é conhecido, atualmente joga no Lokomotiv Moscou, o que já lhe garante uma boa ambientação no pais anfitrião da Copa. A equipe do Lokomotiv vive inclusive um bom momento, pois conquistou neste mês o título do Campeonato Russo, após 14 anos de jejum. 
Fonte: O Globo     As credenciais de Farfán na seleção o habilitam para essa responsabilidade. Desde que fez sua estreia em fevereiro de 2003, fez mais de 70 partidas e já é considerado um dos 5 maiores ídolos do futebol peruano - a relação de ídolos es…

Corinthians fica no empate com o Sport e perde a chance de assumir a liderança.

Imagem
Em partida bastante movimentada, o Corinthians acabou ficando no empate por 1 a 1 com o Sport na Arena Pernambuco. A equipe até chegou a abrir o placar com Roger, dando esperança de que podia voltar à liderança do brasileiro, mas pouco tempo depois, Carlos Henrique que deixou o banco de reservas igualou para o Sport. O resultado deixou o Corinthians com os mesmos 11 pontos ganhos por Flamengo e Palmeiras e atrás dos 13 do Atlético-MG.
 Fonte: Daniel Augusti Jr/AG Corinthians     Devido a desgastante viagem realizada no meio de semana para enfrentar o Deportivo Lara na Venezuela, o técnico Fábio Carille recorreu a sete jogadores considerados reservas para escalar a sua equipe. O time até manteve a habitual organização no sistema defensivo, porém o ataque mostrou desentrosamento e perdeu força com a presença apenas de Pedrinho, entre os considerados titulares, no campo.
    No primeiro tempo, o Timão começou animado, ensaiou uma pressão e conseguiu criar algumas chance de abrir o placa…

Corinthians atropela rival e garante vaga nas oitavas da libertadores.

Imagem
Com muita eficiência e objetividade o Corinthians não tomou conhecimento do adversário e aplicou um sonoro 7 a 2 no Deportivo Lara. Com os três pontos e ainda beneficiado pelo empate entre Independente e Millionarios, o Corinthians garantiu antecipadamente uma vaga nas oitavas de final da Copa Libertadores de América. Na última rodada desta fase a equipe receberá o Millionarios da Colômbia e deve ratificar a primeira colocação do grupo.
Fonte: gazetaesportiva foto de Luis Robayo/AFP     Percebendo a fragilidade da equipe venezuelana o Corinthians começou pressionando e abriu o placar logo aos 11 minutos. Pedrinho avançou bem e passou para Jadson que acertou um belo chute, a bola ainda carimbou a trave antes de entrar. Sem capacidade de fazer a recomposição, o Lara se jogou ao ataque e entregou o campo para os contra-ataques do alvinegro. Não demorou para o marcador ser ampliado. Rodriguinho foi derrubado infantilmente por Mendoza na área. Jadson cobrou e fez o segundo dele. Antes da…

O caminho de Peru até o mundial

Imagem
O Passaporte Rússia é mais uma coluna do Futebol na Veia que apresentará curiosidades de todas as seleções participantes da Copa do Mundo. Este é o terceiro texto sobre a seleção Peruana, que vai voltar a disputar uma Copa após 36 anos. Veja como foi o caminho de “Los Inkas” até chegar a Rússia.
    A tão esperada vaga para um Mundial não veio de maneira fácil. A equipe de Ricardo Gareca começou com dificuldades, mas como um bom cavalo de corrida atropelou seus concorrentes na reta final. Entre idas e vindas, Gareca conseguiu organizar uma boa equipe e mais do que qualquer outro país sul-americano uniu o país ao mostrar que era possível sonhar com a presença na Copa do Mundo. Veja abaixo partida a partida, como foi a travessia peruana até a Copa da Rússia 2018.

As eliminatórias sul-americanas

1º jogo: Colômbia 2-0 Peru
A equipe peruana foi a Barranquilla estrear contra a forte seleção da Colômbia. Apesar de ter algumas boas chances, o peruanos acabaram derrotados. Os gols da 'equi…

PASSAPORTE RÚSSIA – TOP 5 MAIORES ÍDOLOS PERUANOS

Imagem
Conheça os maiores ídolos da história da Seleção PeruanaPor Renato Melhem - 03/05/2018 O PassaporteRússia é mais uma coluna do Futebol na Veia que apresentará curiosidades de todas as seleções que participarão da Copa do Mundo deste ano. Este é o segundo de sete textos sobre a Seleção Peruana desta edição. Confira os cinco maiores ídolos da história dos Los Inkas. PASSAPORTE RÚSSIA – OS CINCO MAIORES ÍDOLOS DA SELEÇÃO PERUANA 5 – CLAUDIO PIZARRO Estreou pela Seleção Peruana principal em 10 de fevereiro de 1999, em partida amistosa contra o Equador. Participou de 85 jogos e quatro edições da Copa América: 1999, 2004, 2007 e 2015. Totaliza 20 gols marcados sendo o quinto maior goleador da seleção, ao lado de Nolberto Solano. Em clubes Pizarro começou sua carreira nas categorias inferiores da Academia Cantolao. Seu primeiro grande clube foi o Alianza Lima, onde marcou 25 gols em duas temporadas. Pouco depois de seu sucesso no Alianza, Pizarro foi vendido ao clube alemão Werder Bremen para…

Chapecoense e Paraná ficam no empate e permanecem na zona de rebaixamento.

Imagem
Na Arena Condá, a Chapecoense empatou com o Paraná em jogo válido pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Na esperança de sair da zona de rebaixamento, as equipes mostraram muito empenho, mas pouca técnica para criar as oportunidades de gol. O jogo truncado e o empate acabaram desagradando a torcida catarinense que vaiou o time da casa. Menos mal para o Paraná que mostrou evolução em relação aos jogos anteriores, principalmente no primeiro tempo e assim conseguiu seu primeiro gol e o primeiro ponto no torneio.
Fonte: Globo Esporte     O jogo começou e o Paraná, bem organizado pelo técnico Rogério Micale, adiantou sua marcação dificultando a saída de bola da Chapecoense. Acossados, os zagueiros da Chape, na maioria das vezes, apelavam para o recuo ao goleiro Jandrei que era obrigado a quebrar a bola e afastar o perigo. Desta forma, o Paraná conseguiu ter a posse da bola e criar as primeiras chances da partida. Os vistantes levavam perigo principalmente pela esquerda com Silvinho…