Postagens

Mostrando postagens de 2018

A democracia acontece na calçada.

Imagem
Em virtude das eleições, muito se falou nesse ano da importância da democracia no país. Para além das disputas políticas, o fortalecimento da democracia passa também por termos cidades que tenham espaços onde a cidadania e o encontro possam prevalecer. Se “a praça é do Povo, como o céu é do Condor,” segundo poema de Castro Alves, a calçada é por lei e natureza o espaço mais democrático da cidade. É pelo passeio público que as pessoas circulam e se encontram sem restrições ou distinções. E sem convivência não se constrói a cidadania. Não será enclausurado no automóvel ou trancado em construções muradas que o brasileiro conhecerá e respeitará os seus semelhantes. No sentido funcional a calçada também deve receber maior atenção do poder público, pois é o principal meio de locomoção para os moradores de nossas cidades. Em São Paulo, por exemplo, um terço da população faz exclusivamente a pé seu trajeto diário de casa ao local de trabalho ou de estudo – a este número devemos somar os usuá

Um campeão que traz novidades.

Imagem
Fonte: torcedores.com     Após vencer o Vasco por 1 a 0 em São Januário o Palmeiras se sagrou Decacampeão brasileiro! Assim o Palmeiras ampliou ainda mais a vantagem que já tinha sobre seus rivais em relação ao número de títulos ganhos do campeonato brasileiro.     Apesar de algumas semelhanças, a forma como o Palmeiras venceu o campeonato foi diferente dos demais campeões na atual era dos pontos corridos. É comum ver o campeonato brasileiro premiando aquele clube que se concentrou exclusivamente à essa disputa, colocando os demais torneios, como copa do Brasil, Libertadores ou Sul-americana em segundo plano. Felipão  dividiu suas atenções e optou por uma equipe " de   copas" e outra "do brasileirão". Essa talvez essa tenha sido a grande ideia do experiente treinador. Aproveitando-se do elenco farto, Scolari deu importância a todos os seus jogadores, pois todo o atleta estava em campo em algum campeonato importante. Além disso, tinha um time sempre descansado pa

Peru se despede da Copa com alegria.

Com absoluta maioria de torcedores em Sochi, a equipe sul-americana venceu a Austrália sem dificuldades por 2 a 0, nesta terça-feira, e se despediu do Mundial com muita alegria. Os gols foram marcados por Carrillo, no primeiro tempo, e Guerrero, no segundo – foi o primeiro do atacante do Flamengo no torneio. Os australianos, que dependiam de combinação de resultados para avançar na Copa, não viram o milagre acontecer. Maioria no estádio em Sochi, peruanos fazem bonito na execução do hino nacional do Peru. É a despedida da seleção no Mundial! 1º TEMPO Aos 6, Rogic faz boa triangulação com Leckie e tenta passe para Juric já dentro da área. O camisa 9 cruza rasteiro e Gallese se estica e corta a jogada. Aos 17, GOL DO PERU Guerrero recebe belo lançamento no ataque, protege, puxa para trás e vira para Carrillo pegar de primeira em um belo sem pulo. Que golaço, sem chances para Ryan!!! FAZIA TEMPO.. Último gol do Peru em Copas havia sido com o atacante Guilherme La Rosa, em 1982, co

COM GOL DE MBAPPÉ, FRANÇA ELIMINA PERU E SE CLASSIFICA

Imagem
    A França venceu o Peru por 1 x 0, nesta quinta-feira, em Ecaterimburgo, pela segunda rodada do Grupo C da Copa do Mundo. Ainda sem mostrar um grande futebol, os franceses garantiram sua vaga nas oitavas de final do mundial com uma rodada de antecedência. Já para a equipe peruana, o resultado castigou um time que se esforçou muito, mas mostrou nervosismo e, mais uma vez, não conseguiu fazer o seu primeiro gol no mundial.     A estrela do jogo foi o jovem Mbappé, que marcou aos 33′ da etapa inicial e ainda mostrou oportunismo no ataque. Já o atacante peruano Guerrero teve participação discreta e ainda perdeu a bola para Pogba no início do lance do gol. Os outros jogadores conhecidos do público brasileiro, Cueva e Trauco, apareceram pouco na partida e não conseguiram evitar a eliminação do Peru na Copa do Mundo 2018. 1º TEMPO     Logo no começo da primeira etapa a França impôs sua força e colocou pressão na seleção do Peru. Taticamente o ataque vinha com Mbappé aberto pela direita

Peru e Dinamarca estreiam em clima de decisão.

Imagem
    Está chegando o momento tão esperado. Amanhã  às 13 horas veremos a estreia de Peru e Dinamarca na Copa do Mundo da Rússia. A ansiedade se justifica pelo jejum das dois países. A última vez que os peruanos foram à um mundial foi na distante Copa de 1982 enquanto os dinamarqueses estão ausentes desde 2010.  Considerando que a França é a favorita para ter o primeiro lugar do grupo C, o duelo entre Peru e Dinamarca pode ser decisivo para definir a segunda vaga do grupo para as oitavas.  Fonte: besthqwallpapers.com      A partida será no estádio de Saransk e promete ser de muitos gols, pois ambas as equipes são conhecidas pelo futebol ofensivo e técnico. A s estratégias devem inclusive ser semelhantes. É que as duas seleções priorizam a posse de bola e a habilidade de seus jogadores. Será uma dura disputa no meio de campo pelo domínio da 'gorduchinha'.      No Peru, o trio Cueva, Farfan e Paolo Guerrero são as maiores esperanças, porém é importante considerar que o atacante

Vai começar a grande festa do futebol mundial!

Imagem
    Rússia e Arábia Saudita vão  amanhã   dar o pontapé inicial para Copa do Mundo da Rússia. Será o início do maior evento esportivo mundial, aquele que eleva a cada quatro anos o esporte mais popular para a condição de vicio entre torcedores e curiosos do futebol.     Por fatores políticos e esportivos a Rússia se empenhou muito para realizar uma grande competição. Com exceção ao time da casa, que é fraco, tudo está sendo bem preparado para deixar uma boa imagem ao mundo. Seu comandante máximo,  Vladimir Putin,  quer aproveitar o evento para projetar sua imagem nos demais continentes - algo parecido com o que vimos no Brasil recentemente, mas que teve o efeito inverso. No campo, o que podemos prever são equipes com um estilo mais 'europeu' pois seus treinadores e jogadores - a maioria já joga no velho continente - vem seguindo as cartilhas dos técnicos Guardiola, Zidane, Ancelotti ou Mourinho, a escolha depende da pretensão e qualidade de cada seleção. Apenas as seleções sul

Conheça os convocados da Seleção Peruana.

Imagem
    A chegada do técnico  Ricardo Gareca ao Peru, mudou radicalmente o modo da seleção jogar. Gradualmente ele impôs um modelo de futebol que valoriza a posse de bola e o controle do jogo. O  argentino soube formar um grupo unido que aliou a técnica de uma geração privilegiada com muita determinação. O resultado foi  o sucesso de obter a classificação para a Copa do Mundo de 2018.      Depois de tentar vários  sistemas, firmou no modelo 4-2-3-1 que mostrou equilíbrio para atacar e defender em superioridade numérica ao adversário. A equipe considerada titular começa sua formação com d ois zagueiros  sóbrios  e experientes. Ramos e Rodríguez tem como virtude saber o momento de sair jogando ou simplesmente afastar o perigo quando a situação o justificar. Os laterais  Corzo e  Trauco  tem função mais defensiva, ajudam a compor a marcação e tentam ser uma opção na saída de bola quando a equipe é pressionada. No  meio-campo, Yotun e Tapia, formam o eixo da equipe. Com características difere

Foca no "Foquita".

Imagem
    O atacante Jefferson Agustín Farfán Guadalupe (Lima, 26 de outubro de 1984) é a principal esperança de gols da Seleção Peruana. Apesar de longe do seu auge como atleta, Farfán deverá assumir a liderança em campo, uma vez que Guerrero foi suspenso e Cueva vive um péssimo momento no seu clube. Mais do que resgatar o espírito de luta e ter um bom sistema defensivo, Los Inkas precisarão dos gols e assistências de Farfán para sonhar com um bom papel neste mundial. "La Foquita," como é conhecido, atualmente joga no Lokomotiv Moscou, o que já lhe garante uma boa ambientação no pais anfitrião da Copa. A equipe do Lokomotiv vive inclusive um bom momento, pois conquistou neste mês o título do Campeonato Russo, após 14 anos de jejum.  Fonte: O Globo     As credenciais de Farfán na seleção o habilitam para essa responsabilidade. Desde que fez sua estreia em fevereiro de 2003, fez mais de 70 partidas e já é considerado um dos 5 maiores ídolos do futebol peruano - a relação de ídolo

Corinthians fica no empate com o Sport e perde a chance de assumir a liderança.

Imagem
    Em partida bastante movimentada, o Corinthians acabou ficando no empate por 1 a 1 com o Sport na Arena Pernambuco. A equipe até chegou a abrir o placar com Roger, dando esperança de que podia voltar à liderança do brasileiro, mas pouco tempo depois, Carlos Henrique que deixou o banco de reservas igualou para o Sport. O resultado deixou o Corinthians com os mesmos 11 pontos ganhos por Flamengo e Palmeiras e atrás dos 13 do Atlético-MG.  Fonte: Daniel Augusti Jr/AG Corinthians     Devido a desgastante viagem realizada no meio de semana para enfrentar o Deportivo Lara na Venezuela, o técnico Fábio Carille recorreu a sete jogadores considerados reservas para escalar a sua equipe. O time até manteve a habitual organização no sistema defensivo, porém o ataque mostrou desentrosamento e perdeu força com a presença apenas de Pedrinho, entre os considerados titulares, no campo.     No primeiro tempo, o Timão começou animado, ensaiou uma pressão e conseguiu criar algumas chance de abrir o

Corinthians atropela rival e garante vaga nas oitavas da libertadores.

Imagem
    Com muita eficiência e objetividade o Corinthians não tomou conhecimento do adversário  e aplicou um sonoro 7 a 2 no  Deportivo Lara. Com os três pontos  e ainda beneficiado pelo empate entre Independente e Millionarios , o Corinthians garantiu antecipadamente uma vaga nas oitavas de final da Copa Libertadores de América. Na última rodada desta fase a equipe receberá o Millionarios  da Colômbia  e deve ratificar a primeira colocação do grupo. Fonte:  gazetaesportiva foto de  Luis Robayo/AFP     Percebendo a fragilidade da equipe venezuelana  o Corinthians começou pressionando e abriu o placar logo aos 11 minutos. Pedrinho avançou bem e passou para Jadson que acertou um belo chute, a bola ainda carimbou a trave antes de entrar. Sem capacidade de fazer a recomposição, o Lara se jogou ao ataque e entregou o campo para os contra-ataques do alvinegro. Não demorou para  o marcador ser  ampliado .  Rodriguinho foi derrubado infantilmente por Mendoza  na área. Jadson cobrou e fez o segu

O caminho de Peru até o mundial

Imagem
      O Passaporte Rússia é mais uma coluna do Futebol na Veia que apresentará curiosidades de todas as seleções participantes da Copa do Mundo. Este é o terceiro texto sobre a seleção Peruana, que vai voltar a disputar uma Copa após 36 anos. Veja como foi o caminho de “Los Inkas” até chegar a Rússia.     A tão esperada vaga para um Mundial não veio de maneira fácil. A equipe de Ricardo Gareca começou com dificuldades, mas como um bom cavalo de corrida atropelou seus concorrentes na reta final. Entre idas e vindas, Gareca conseguiu organizar uma boa equipe e mais do que qualquer outro país sul-americano uniu o país ao mostrar que era possível sonhar com a presença na Copa do Mundo. Veja abaixo partida a partida, como foi a travessia peruana até a Copa da Rússia 2018. As eliminatórias sul-americanas 1º jogo: Colômbia 2-0 Peru A equipe peruana foi a Barranquilla estrear contra a forte seleção da Colômbia. Apesar de ter algumas boas chances, o peruanos acabaram derrotados. Os gols d

PASSAPORTE RÚSSIA – TOP 5 MAIORES ÍDOLOS PERUANOS

Imagem
Conheça os maiores ídolos da história da Seleção Peruana Por  Renato Melhem  -  03/05/2018 O  Passaporte   Rússia  é mais uma coluna do  Futebol na Veia  que apresentará curiosidades de todas as seleções que participarão da Copa do Mundo deste ano. Este é o segundo de sete textos sobre a  Seleção Peruana  desta edição. Confira os cinco maiores ídolos da história dos Los Inkas. PASSAPORTE RÚSSIA – OS CINCO MAIORES ÍDOLOS DA SELEÇÃO PERUANA 5 – CLAUDIO PIZARRO Estreou pela Seleção Peruana principal em 10 de fevereiro de 1999, em partida amistosa contra o Equador. Participou de 85 jogos e quatro edições da Copa América: 1999, 2004, 2007 e 2015. Totaliza 20 gols marcados sendo o quinto maior goleador da seleção, ao lado de Nolberto Solano. Em clubes Pizarro começou sua carreira nas categorias inferiores da Academia Cantolao. Seu primeiro grande clube foi o Alianza Lima, onde marcou 25 gols em duas temporadas. Pouco depois de seu sucesso no Alianza, Pizarro foi vendido ao clu