A Libertadores está mais próxima.

    Como se estivesse em casa, o São Paulo derrotou o Atlético-GO por 1 a 0 em pleno estádio Serra Dourada de Goiânia. Em péssima fase e caminhando rumo a série B, o Atlético não consegue mais atrair o apoio que precisa. Entre os poucos presentes havia uma clara maioria de torcedores do tricolor paulista. Foi portanto com tranquilidade que o time paulista ganhou o seu terceiro jogo seguido no nacional, algo que não acontecia desde 2015. A recuperação é tão significativa que depois de ficar 14 rodadas na zona do rebaixamento, o São Paulo passa agora a sonhar com uma vaga na Copa Libertadores!
 Fonte: Globoesporte
    O primeiro tempo foi de poucas emoções, com as duas equipes criando pouco ofensivamente. Coube mais uma vez a Hernanes liderar a equipe. Na área, como centroavante, o Profeta abriu o placar - na foto acima. O Atlético demorou para reagir e apenas aos 39 minutos fez o seu primeiro chute a gol perigoso, com Jonathan, que arriscou da lateral.
    Na segunda etapa, aos 7 minutos o Dragão tentou assustar com Breno Lopes que foi a linha de fundo e cruzou para Igor, que sozinho bateu fraco para defesa de Sidão. Mantendo a pressão Walter concluiu da pequena área para fora. Conforme avançou, o Atlético passou a oferecer os contragolpes ao São Paulo. Desta forma, aos 17 e 18 Cueva e Pratto perderam gols de frente para Marcos. Com o tempo o impeto do time da casa diminuiu e o placar não se alterou mais.
    Os goianos parecem sem força para se manter na Série A em 2018. Cabe ao elenco, que já foi treinado por vários treinadores e agora está nas mãos João Paulo Sanches, honrar a história do Clube. O triste fato é que apenas uma reviravolta deixará o futebol goiano representado na primeira divisão nacional.

Ficha técnica
Atlético-GO x São Paulo
Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC) Auxiliares: Kleber Lucio Gil (SC) e Neuza Ines Back (SC) Cartões amarelos: Paulinho e André Castro (Atlético-GO)
Gol: Hernanes aos 21 do 1º tempo 

Atlético-GO: Marcos; Jonathan, William Alves, Gilvan e Breno Lopes; André Castro, Igor (Diego Rosa), Paulinho, Andrigo (Niltinho) e Luiz Fernando; Walter (Alison). Técnico: João Paulo Sanches

São Paulo: Sidão; Araruna (Aderllan), Rodrigo Caio, Arboleda e Edimar; Jucilei, Petros, Hernanes, Marcos Guilherme e Cueva (Shaylon); Lucas Pratto (Gilberto). Técnico: Dorival Júnior.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Peru e Dinamarca estreiam em clima de decisão.

Que venha a Chape.

Vai começar a grande festa do futebol mundial!

Mais um passeio em verde e branco.

A incrível história de Fernando Prass.