Ficou ruim para os dois.

    Em partida válida pela 18ª rodada da competição, Chapecoense e Bahia ficaram no empate em 1 a 1 nesta quarta-feira na Arena Condá, em Chapecó. Com o resultado, os dois times seguem perigosamente próximos da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. A Chape chegou a 22 pontos e o Bahia aos 20 - ficando a apenas um ponto do São Paulo que é o 17º colocado e será seu próximo adversário.
    O primeiro tempo foi de muita correria e pouco futebol. O Verdão que precisava dar a resposta ao torcedor se mandou para o ataque. Mas com pouca criatividade, as jogadas quase sempre terminavam em cruzamentos na área. Em uma delas, após lançamento de Apodi na grande área, Túlio de Melo aproveitou a sua grande estatura e abriu o placar aos 19. Em busca do empate, foi a vez do Bahia também apostar nos cruzamentos - só que para Rodrigão. De tanto insistir, aos 39 minutos, Matheus Reis lançou para o centroavante que entre os zagueiros marcou de cabeça seu quarto gol em três jogos pelo clube - na foto abaixo. O empate levou a torcida da Chape ao desespero, obrigando novamente o time a ir desordenadamente ao ataque.
 Imagem: Tarla Wolski/Futura Press/Estadão Conteúdo
    No início do segundo tempo foi o Bahia quem voltou mais disposto a buscar a vitória. Com Juninho no lugar de Regis, o time passou a colocar a bola no chão e criar alternativas para pressionar o time da casa. Aos 22, Rodrigão, destaque do jogo, obrigou Jandrei a fazer uma grande defesa. Depois foi a vez de Juninho em arremates de fora da área também complicar a vida do goleiro alviverde. Diante do cenário sombrio, Eutrópio tentou mudanças e promoveu Júlio Cesar e Guerrero que pouco acrescentaram. No final, vaias da irritada torcida da Chape.

FICHA TÉCNICA 

Chapecoense 1 x 1 Bahia 
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC) Data: quarta-feira, 2 de agosto de 2017 as 19h30min 
Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP) 
Gols: Túlio de Melo, aos 20 min do 1º T (CHP) Rodrigão, aos 39 min do 1º T (BAH) 
Cartões amarelos: Apodi, Fabrício Bruno, Reinaldo e Túlio de Melo (Chapecoense); João Paulo e Eder (Bahia).
Chapecoense: Jandrei; Apodi, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; Andrei Girotto, Lucas Marques e Seijas (Guerrero); Lourency (Júlio César), Túlio de Melo e Arthur Caike (Moisés Ribeiro) Técnico: Vinícius Eutrópio.
Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Matheus Reis; Renê Júnior, Edson, Régis (Juninho) e Zé Rafael (Gustavo Ferrareis); Mendoza (Eder) e Rodrigão Técnico: Preto Casagrande.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Peru e Dinamarca estreiam em clima de decisão.

Que venha a Chape.

Vai começar a grande festa do futebol mundial!

Mais um passeio em verde e branco.

A incrível história de Fernando Prass.