Faltou futebol. Sobrou confusão!

    No estádio Moisés Lucarelli, Ponte Preta e Vasco ficaram no empate em 0 a 0 em partida de poucas emoções. O resultado manteve a Ponte próxima da zona de rebaixamento e fez o Vasco perder mais uma oportunidade de se aproximar do bloco de cima do torneio.
Fonte: DjalmaVassão/Gazeta Press
    Vindo de duas derrotas, Milton Mendes promoveu a entrada do volante Wellington e de Mateus Vital para os lugares de Escudero e Wagner deixando a equipe mais cautelosa. Preocupado em não ser envolvido pela Macaca, o Vasco se preparou para marcar forte e buscar os contra-ataques. E a tarefa defensiva foi facilitada pela lentidão na transição da defesa para o ataque e a pouca inspiração na criação do time campineiro. Nesse panorama, somente aos 32 minutos, surgiu a primeira chance real. E foi com Emerson Sheik que aproveitou erro de Breno e obrigou a Martín Silva a fazer grande defesa. No lance seguinte, Marllon bateu cruzado e Henrique salvou em cima da linha.
    No segundo tempo, o panorama sonolento se manteve com o Vasco ainda mais organizado na defesa, mas sem ameaçar no ataque. Assim apenas a Ponte tentou efetivamente a vitória. E o único lance de emoção desta etapa, foi aos 42, em cobrança de falta do ponte-pretano Rodrigo. Mateus Vital foi o destaque do time carioca, enquanto na Ponte, o meia Renato Cajá e o artilheiro Lucca foram as decepções.
    Se faltaram emoções durante a partida tanto no campo como na arquibancada, mais uma vez vazia, o tempo esquentou após o árbitro Sandro Meira Ricci decretar o fim da partida. Nervoso, o zagueiro Rodrigo ex-Vasco empurrou o técnico Milton Mendes após bate-boca entre ambos. A rixa entre os dois vem desde o tempo em que o zagueiro foi dispensado pela equipe carioca. Sem revidar, o treinador do Vasco foi friamente para delegacia registrar um Boletim de Ocorrência contra o atleta da Ponte Preta. O episódio foi captado pela TV e Sandro Meira Ricci promete incluir o episódio lamentável na súmula.

FICHA TÉCNICA
PONTE PRETA 0 X 0 VASCO
Local: estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP) Data: 6 de agosto de 2017, as 19 horas
Renda: R$ 86.210,00 Público: 6.310
Árbitro: Sandro Meira Ricci (SC) Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Marcelo Carvalho Van Gasse (SP)
Cartões Amarelos: Rodrigo (Ponte); Paulinho, Breno, Gilberto, Wellington (Vasco)

PONTE PRETA: Aranha; Jeferson (Nino Paraíba), Marllon, Rodrigo e Danilo Barcelos; Naldo, Elton e Renato Cajá (Léo Artur); Lucca, Maranhão (Felipe Saraiva) e Emerson Sheik
Técnico: Gilson Kleina
VASCO: Martín Silva, Gilberto, Breno, Lucas Rocha e Henrique; Jean, Wellington, Bruno Paulista (Andrey), Mateus Vital e Paulinho (Thalles); Paulo Vítor (Manga Escobar)
Técnico: Milton Mendes

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Peru e Dinamarca estreiam em clima de decisão.

Que venha a Chape.

Vai começar a grande festa do futebol mundial!

Valeu pelos três pontos.

Foca no "Foquita".