Deixa que eu resolvo!

Foto: Williams Aguiar/Sport
    Jogando em casa, o Sport venceu o Atlético-PR por 1 a 0, em partida válida pela 11º rodada do Brasileiro. A vitória veio com um pênalti convertido por Diego Souza e serviu para afastar a equipe nordestina da zona de rebaixamento enquanto quebrou a ascensão do Atlético-PR no Campeonato Nacional.
    Focado no Brasileirão, Luxemburgo escalou a sua "força máxima" para receber um Atlético desfigurado. O Furacão precisou poupar alguns de seus principais jogadores para o duelo de quarta-feira, contra o Santos, pela Copa Libertadores. Desta forma, o time da casa esteve melhor e foi quem mais buscou chegar ao gol do adversário, que se limitou a defender e em raras oportunidades tentou o contragolpe.
    Mesmo superiores, os pernambucanos encontraram dificuldade para concluir bem suas jogadas. E o gol só veio aos 30 minutos da etapa final por meio de um lance duvidoso. Rogério chutou para o gol da entrada da área, tentando desviar, o zagueiro Wanderson cabeceou a bola que em seguida bateu em sua coxa. O árbitro, próximo ao lance assinalou pênalti! Diego Souza caminhou lentamente e mandou no canto direito superior, sem chances para Weverton.
    Uma curiosidade foi a cor dos uniformes, o Sport jogou de camisa vermelha e calção preto em quanto Atlético estava de laranja e roxo escuro. Pela televisão era difícil distinguir quem jogava em cada time - como mostra a imagem abaixo.
 Fonte: UOL

Ficha Técnica
SPORT 1X0 ATLÉTICO-PR
Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE) 
Data: 02 de julho de 2017, as 16 horas (de Brasília) 
Público: 11.031 pessoas Renda: R$ 253.766 
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ) Assistentes: João Luiz Coelho de Albuquerque (RJ) e Wendel de Paiva Gouveia (RJ) 
Cartões Amarelos: Diego Souza (Sport); Matheus Rossetto, Wanderson e Bruno Guimarães (Atlético-PR) 
GOL: Diego Souza, aos 30 minutos do segundo tempo

SPORT: Magrão; Samuel Xavier, Ronaldo Alves, Durval e Sander; Patrick, Rithely e Diego Souza; Everton Felipe (Rogério), Osvaldo (Lenis) e André (Rodrigo) Técnico: Vanderlei Luxemburgo
ATLÉTICO-PR: Weverton; Gustavo Cascardo, Paulo André, Wanderson e Nicolas; Deivid, Matheus Rossetto (Bruno Guimarães), Douglas Coutinho, Lucho González (Carlos Alberto) e Matheus Anjos (Yago); Grafite Técnico: Eduardo Baptista

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Peru e Dinamarca estreiam em clima de decisão.

Que venha a Chape.

Vai começar a grande festa do futebol mundial!

Valeu pelos três pontos.

Foca no "Foquita".