Um novo Paulistão vem aí! Será?

Um dos motivos que me fez gostar de futebol é a existência do campeonato paulista. O Paulistão, versão 2017 que foi apresentado ontem, já foi bastante valorizado e suas disputas locais acirravam vão cada vez mais a paixão do torcedor pelo futebol. As grandes rivalidades surgiram no Paulistão, afinal muito melhor do que ganhar de uma equipe de outro estado é ganhar do adversário que o seu amigo torce! Além da vitória, o jogo pode render boas piadas no dia seguinte.
 fonte: Veja
fonte: UOLfonte: UOL
Infelizmente hoje o Paulistão é um torneio decadente e precisa 'desesperadamente' de mudanças profundas, não os paliativos que a Federação Paulista anunciou no novo Paulistão. Claro que são mudanças bem vindos, mas parece mais uma tentativa de organizar a bagunça que foi o modo de disputa nos anos anteriores do que uma solução.
Agora teremos menos times, serão 16 equipes, divididas em quatro grupos e as quartas de final que eram um jogo único passam a ser disputadas em ida e volta - muito mais coerente. O prêmio também aumentou e passará a ser distribuídas aos 8 classificados aos mata-mata.
Na duração atual de quatro meses o Paulistão virou 'paulistinha' pouco atraente aos clubes grandes que disputam série A nacional, Libertadores e sul-americana e também pouco atraente aos clubes do interior que são obrigados a montar equipes de 4 meses algo pouco rentável. Consequentemente temos cada vez menos times do interior montando boas equipes. Seria muito mais viável um torneio anual com os grandes entrando numa reta final. Os demais times montariam uma equipe pensando em toda a temporada e se fortaleceriam. Junto com elas as velhas disputas como o Dérby Campineiro (foto abaixo) União Barbarense e Rio Branco, Come-Fogo de Ribeirão Preto, Santos contra Portuguesa Santista, entre outros.
fonte: Portal da RMC

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Peru e Dinamarca estreiam em clima de decisão.

Vai começar a grande festa do futebol mundial!

Que venha a Chape.

Foca no "Foquita".

Valeu pelos três pontos.